quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Cães, são anjos sem asas!
Apenas existem na Terra para nos ajudar e proteger daqueles que mais tememos...
Aqueles que odeiam cães decerto que não sabem o seu valor, o valor da amizade, do amor aquele que até um ser de quatro patas sente mais que nós, humanos...
Talvez essas pessoas que tanto odeiam cães, que os maltratam serão de facto psicopatas que não sabem o valor da vida. Isso tem um nome essas pessoas são geocêntricas! Pensam que o mundo só gira à sua volta...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

O cão nunca o abandonará, porque abandonam os cães?

O abandono explodiu este ano

Neste momento, não há hipótese de colocar animais em lado nenhum. Todos os canis estão cheios. Pois as pessoas ainda não perceberam que não se deve abandonar os animais. O cão está a tornar-se um bem descartável.
O abandono deixou de ser um fenómeno sazonal — os cães continuam a ser abandonados no Verão, mas também ao longo de todo o ano. As crescentes dificuldades económicas de muitas famílias portuguesas poderão explicar, em parte, este pico de abandonos.
Há pessoas a trocarem as vivendas por apartamentos, a irem à procura de trabalho para o estrangeiro — em geral, vive-se com menos dinheiro. O abandono é um sintoma de crise, mas não apenas económica. A falência é mais geral: somos um país que maltrata as crianças e abandona os velhos e os animais.
O número crescente de cachorros entre os cães abandonados é uma das novidades desta nova vaga. Existem também cada vez mais cães de raça pura entre aqueles que são deitados para a rua. A manutenção destes animais é habitualmente mais dispendiosa do que a de um rafeiro.
As notícias sobre as raças perigosas têm tido efeitos dramáticos — entre os abandonados com pedigree, avultam os pitbull e os rottweiler. Por outro lado, os cães são também, para certas pessoas, um fenómeno de moda — quando esta passa, troca-se de animal, abandonando-os. Aconteceu, por exemplo, com os dálmatas.

Isto não tem fim à vista. Uma pessoa até se sente desorientada.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

O Natal está a chegar e com ele as férias...
Tenha consciência e não abandone o seu cão...
Leve-o consigo ou arranje alguém de confiança para tomar conta do seu amigo mas abandoná-lo NUNCA!!!!!
      
                                                                                         Pense nisso!!